Início  Calendário  FAQ  Buscar  Membros  Grupos  Registrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 Maximilian Fouquet de Corse

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Maximilian F. de Corse

avatar

Masculino Idade : 406
Localização : Seattle, EUA
Ocupação : Pintor, escultor, músico
Número de Mensagens : 728

MensagemAssunto: Maximilian Fouquet de Corse   Sex Fev 20, 2009 10:05 pm

INFORMAÇÕES DA PERSONAGEM:

DADOS BÁSICOS:

Nome Completo Verdadeiro: Maximilian Fouquet de Corse
Nome Completo Adquirido: ---
Apelido ou pseudônimo: Max
Sexo: Masculino
Sexualidade: Heterossexual
Estado Civil: Casado
Status: Vampiro
Data de nascimento: 14/04/1616
Idade: 512 anos
Local de nascimento: Bastia, Haute-Corse, Córsega, França


DADOS ESPECIAIS:

Data de mudança: 22/05/1654
Idade: 38 anos
Fonte da mudança: Sir Lancelot McCullought III
Clã: de Corse


APARÊNCIA:

Altura: 1,83m
Peso: 73kg
Vestuário: Elegante, clássico
Descrição física: Pele branca e muito pálida, olhos dourados, com profundas olheiras arroxeadas em volta. Cabelos castanhos, curtos, rosto fino, com a barba por fazer. Corpo magro, mas delineado e forte.
Personalidade usada: Joseph Fiennes


INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES:

Talento Especial: Consegue ver a aura das pessoas e, assim, descobrir seu estado de espírito.
Explicação da Habilidade Especial: Desde pequeno demonstrava grande habilidade em saber o que as pessoas mais próximas estavam sentindo. Sabia quando a mãe estava triste ou feliz apenas com um olhar.
Ocupação: Pintor, escultor, músico.
Hobbies: Além de pintar e esculpir, tocar piano, ler e correr.
Idiomas: Francês, língua corsa, italiano, português (europeu e latino), espanhol, inglês (britânico e americano), alemão e irlandês.


FAMÍLIA:
Nome do pai: Raoul de Corse
Nome da mãe: Johanna Philips
Nome dos irmãos: Joseph, Charles e Cornelia Fouquet de Corse.

Seu pai era um pintor chamado Raoul e sua mãe uma Lady inglesa chamada Johanna.
Raoul cresceu em Córsega, mas aos 18 anos mudou-se para a Inglaterra, para tentar fazer sua carreira como pintor. Lá conheceu Johanna. Não foi um amor a primeira vista, mas eles começaram a se envolver. Johanna não fazia idéia de que Raoul era francês e, quando seu pai descobriu que ela vinha tendo um caso com um "inimigo" (naquela época, França e Inglaterra estavam em guerra), expulsou-a de casa e mandou matar o francês. Johanna, sem saber o que fazer, acabou ajudando Raoul a fugir de navio e foi embora com ele. Voltaram para Córsega, casaram-se e tiveram 4 filhos, Joseph, Charles, Maximilian e Cornelia, respectivamente.
Viviam das pinturas do pai e das costuras que a mãe fazia.
Quando Max tinha 16 anos, seu pai faleceu devido a uma pneumonia. Max, então, resolveu sair de casa e desde então, nunca mais soube deles.
No ano de 2019 teve duas filhas gêmeas com a até então humana Andrea Bennet, com quem veio a se casar no mesmo ano, logo depois do nascimento das filhas, Aeon e Lily Bennet de Corse.
Alguns anos mais tarde, Andrea transformou Carolinne Lousée, que passou a fazer parte da família e clã de Corse.


HISTÓRICO PESSOAL:
Nasceu na Ilha de Córsega, filho de um pintor e uma Lady inglesa que se tornou costureira. Desde pequeno, demonstrava grande habilidade em saber o que as pessoas mais próximas estavam sentindo. Sabia quando a mãe ou os irmãos estavam tristes ou felizes apenas com um olhar.
Cresceu numa casa humilde, aprendendo a pintar com o pai e a dançar com a mãe, que adorava contar como já havia sido parte da realeza em seu país.
Mudou-se para a Inglaterra depois que seu pai faleceu, aos 16 anos. Deixou para trás a mãe e os três irmãos e zarpou de navio para o país inimigo. Vivia de pequenos quadros que pintava e vendia. Lá começou sua vida bôemia. Aprendeu a beber e festejar, conheceu inúmeras mulheres. Aos poucos, e graças a um quadro que vendeu a esposa de um Lorde, acabou sendo convidado para uma festa na corte e nunca mais saiu de lá. Raramente via os reis, apenas nos bailes maiores, mas vivia pelas imediações do castelo, flertando com as Ladies e posando de intelectual aos Lordes.
Aos 24 anos, conheceu uma francesa que estava de passagem pela cidade, seu nome era Evangeline Courtier. Aproximaram-se, a princípio, por serem do mesmo país e, coincidentemente, da mesma região. Max e Evy passavam horas juntos, dançando ou interpretando, isso quando ele não estava pintando e ela só observando. Max a achava extremamente linda e encantadora, mas não podia pensar em fazer com ela o que fazia com as outras mulheres, viver apenas uma noite de amor e depois fingir que não se conhecem. Ele queria mais e, meio sem querer, começaram a viver um romance escondido de todos. Quando tinha 25 anos, Evy lhe contou que o pai havia lhe arranjado um casamento. Max ficou desesperado quando soube que ela ia casar e que não seria com ele. Max não sabe ao certo, mas acha que foi nesse momento que percebeu que estava mesmo apaixonado por Evy. Mesmo com o casamento prometido, Max e Evy continuavam se encontrando e vivendo seu romance proibido.
Evangeline acabou se casando com o noivo que o pai arranjou. Por um momento, Max achou que tudo estava acabado, mas então Evy voltou para ele e ele não se importou nem um pouco de ser amante dela.
Dois anos depois, o marido de Evangeline morreu e Max e Evy assumiram seu amor. Estavam muito felizes quando, aos 29 anos, ela simplesmente desapareceu. Max ficou completamente confuso, achando, a princípio, que algo muito ruim havia acontecido, sem querer acreditar que ela havia fugido, mas alguns dias depois foi convencido pelos amigos de que ela o tinha abandonado. Max afundou-se no trabalho, pintava e vendia quadros com uma rapidez bárbara. Envolveu-se com mais várias mulheres, mas nenhuma delas o fazia esquecer Evy.
Max acabou se aproximando ainda mais dos Lordes da Corte Inglesa, sempre indo aos seus bailes e festas e saindo para caçar com eles.
No dia 19 de maio de 1654, um desses Lordes o convidou para caçar. Max aceitou, como sempre, mas o que Max não sabia, nem sequer desconfiava, era que sua lealdade a Inglaterra estava sendo questionada. Desconfiavam que ele era um espião francês, que passava informações sobre a corte inglesa para a França. Sendo assim, durante a caçada, os Lordes se voltaram contra Max. Um deles puxou uma espada e o feriu. Deixaram-no para morrer em meio a um bosque. Max foi encontrado por Elizabeth Bourchier McCullought algumas horas mais tarde, quase morto, e lhe implorou para que vivesse, sem saber que ela era uma vampira, talvez sem saber direito o que falava. Lancelot chegou antes que Liza o transformasse e ele mesmo transformou Maximilian.
Viveram em Londres por alguns tempo, Liza e Lance ensinando Max a como se controlar e se alimentar de sangue animal. Depois eles começaram a se mudar e, involuntariamente, criar o clã McCullought.
Em 1660, Max decidiu voltar para a França, só para tentar descobrir como sua família estava. Ele viajava pelas cidades francesas, parando apenas para caçar de duas em duas semanas. Foi numa dessas paradas que conheceu Candice Dubois. Max encantou-se por ela no mesmo momento em que a viu, dançando em volta de uma fogueira, sem saber que seu sangue era "la cantante" dele. Naquela mesma noite, Max a mordeu. Ele a teria matado, se não tivesse visto a aura de pavor que a envolveu. Parou de drená-la nesse momento, a muito custo. Acabou por não ter coragem de matá-la e transformou-a numa vampira. Ele sempre diz que considera seu melhor erro.
A transformação de Candy o desviou de seu objetivo principal e, dessa forma, Max não prosseguiu sua viagem até a Córsega, nunca mais vendo ou tendo notícias de sua família.
A segunda pessoa que transformou foi Chase Behrn, em 1773. Encontrou o garoto a beira da morte numa rua, ele havia sido espancado. Levou-o para dentro do clã e o ensinou tudo que deveria saber. Considera-o um filho mesmo.
Ao se mudarem para Forks, inventaram toda uma história para morarem juntos sem levantarem suspeitas dos mortais. Max, Will, Chris, Candy e Clementine seriam cinco irmãos. Elizabeth seria casada com Max e teriam adotado Chase. Chris seria casado com Anita. Jade e Alex seriam irmãs e primas dos cinco irmãos.
No ano de 2012 Max conheceu Andrea Bennet num estacionamento em Forks. Acabou encantado pela adolescente, gostando dela, a princípio, só por ser uma companhia agradável e divertida. Mais tarde, após lutar muito contra isso, percebeu que estava apaixonado. Mesmo assim, controlou seus sentimentos pela garota, por ela ser tão nova, só vindo a se envolver mesmo com ela vários meses depois. Ainda assim tinha todo um cuidado especial com Andy, por ser humana e ter muito medo de machucá-la ou acabar matando-a sem querer. Só aprofundou seu relacionamento com a garota anos depois, precisamente em 2018. Andrea engravidou e Max desesperou, por ter acompanhado o caso de gravidez de Annabelle, namorada de Chase na época, que quase morreu por causa disso. A gravidez de Andrea foi muito complicada, Andy quase morreu também, mas ao final as filhas de Max nasceram, Aeon e Lily, e Max transformou Andy para não perdê-la.
Lutou na guerra ao lado dos membros do clã McCullought e, em meio a um batalha, reencontrou Evangeline, que havia sido transformada em vampira e, por isso, havia desaparecido e o abandonado.
Ajudou a construir Vortroth e até a fazer a segurança da cidade antes da Guarda especializada, Cisaypol, ter sido criada.
Andrea transformou Carolinne Lousée, que passou a fazer parte da família de Corse e é tratada como uma filha por Max.


PERSONALIDADE:
Max é muito na dele, reservado e observador. Tem uma forma toda calma de resolver as coisas e não é raro apartar as brigas dentro do clã. Tem classe, é elegante nos movimentos e na forma de falar, dificilmente sendo rude com alguém. É muito difícil vê-lo irritado ou fora do sério, muito mesmo. É extremamente controlado e, mesmo que esteja com vontade de arrancar a cabeça de alguém, coloca um sorriso falso no rosto e trata tudo com muita tranquilidade e classe, e sarcasmos, na maior parte das vezes. Detesta desordem, mas aprendeu a aturá-la.
Tem um jeito todo protetor e carinhoso com as mulheres que ama ou com qualquer pessoa que ele goste. Ama todas as mulheres que passaram por sua vida/existência de uma forma diferente, nem maior, nem menor, apenas diferente.
Define-se como um eterno apaixonado. Apaixonado pelas mulheres, pelas artes e pela existência.


ANOTAÇÕES DIVERSAS:


INFORMAÇÕES DO PLAYER:

Nome do Player: Heibel
Apelido do Player: Muitos =*
MSN:
Outras Personagens: Ioan Leavenworth, Aeon Bennet de Corse e Vivianne Simon

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Maximilian Fouquet de Corse
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
New Moon :: Área OFF :: Vampiros-
Ir para: